Surrealismo: as 40 pinturas mais famosas de Salvador Dalí | Fantástica Cultural

Surrealismo: as 40 pinturas mais famosas de Salvador Dalí
G A L E R I A Arte & Ilustração

Surrealismo: as 40 pinturas mais famosas de Salvador Dalí

Bárbara Lima ⋅ 3 setembro 2021
"Existe apenas uma diferença entre um louco e eu. O louco pensa que é são. Eu sei que estou louco."

Como um verdadeiro gênio, Salvador Dalí iniciou seu caminho para a fama ao ser expulso da Academia de Belas Artes onde estudava, a San Fernando de Madrid, em 1926. A expulsão ocorreu pouco antes de seus exames finais, quando afirmou que não havia ninguém na faculdade competente o bastante para examiná-lo. Ainda que megalomaníaco, Dalí provavelmente estava correto.

Durante seus anos na Academia de San Fernando, foram suas pinturas cubistas experimentais que mais chamaram a atenção dos colegas. Nessa época, Dalí não entendia completamente o movimento cubista, e dedicava-se a explorar diversas abordagens artísticas.

Na residência de estudantes da Academia, Dalí veio a se tornar amigo íntimo dos também célebres Pepin Bello, Luis Buñuel e Federico Garcia Lorca. Desde essa época, Dalí já chamava atenção como um dândi excêntrico. Usava cabelo comprido e costeletas, e seu traje — casaco, meias e calça até os joelhos — imitava o estilo dos estetas ingleses do final do século XIX. Já seu bigode extravagante parece ter sido copiado de Diego Velázquez, pintor espanhol do século XVII, tornando-se sua marca registrada pelo resto da vida.

Em sua primeira visita a Paris, em 1926, teve a chance de encontrar-se com Pablo Picasso, a quem reverenciava. À medida que desenvolvia seu estilo próprio, nos anos seguintes, Dalí foi fortemente influenciado por Picasso, bem como por Joan Miró e pelo dadaísta Max Ernst. Há ainda muitos outros estilos de arte presentes em suas obras, desde os clássicos até os das vanguardas.

Dalí só se envolveu com o movimento surrealista no final da década de 1920. Tendo partido das provocações de Sigmund Freud sobre o inconsciente, o surrealismo se interessa pela fragmentação da mente (ego, id, superego), pela transcendência da consciência comum. Assim, não é difícil entender a relação entre o movimento surrealista e a excentricidade estilisticamente insana de Dalí.

Disse Dalí em certa ocasião:

A única diferença entre eu e um louco é que eu não sou louco.

A sanidade parece não ter durado, entretanto. Em outra ocasião, explicou:

Existe apenas uma diferença entre um louco e eu. O louco pensa que é são. Eu sei que estou louco.

Vamos às suas loucuras:

A Tentação de St. Antônio - Salvador Dalí

Sonho Causado pelo Voo de uma Abelha ao Redor de uma Romã um Segundo Antes de Acordar - Salvador Dalí

Elefantes - Salvador Dalí

Rock n Roll - Salvador Dalí

Construção Mole com Feijões Cozidos Premonição da Guerra Civil - Salvador Dalí

O Grande Masturbador - Salvador Dalí

Jovem Virgem Autossodomisada pelos Chifres de sua Castidade - Salvador Dalí

Mercado de Escravos com o Busto Desaparecido de Voltaire - Salvador Dalí

O Enigma de Guilherme Tell - Salvador Dalí

Aranha da Noite - Salvador Dalí

Relógio Mole no Momento da Primeira Explosão - Salvador Dalí

Poesia das Américas - Salvador Dalí

O Gabinete Antropomórfico - Salvador Dalí

Retrato de Picasso - Salvador Dalí

A Face da Guerra - Salvador Dalí

Alegoria de um Natal Americano - Salvador Dalí

Criança Geopolítica Observando o Nascimento do Homem Novo - Salvador Dalí

A Metamorfose de Narciso - Salvador Dalí

Idílio Atômico e Urânio Melancólico - Salvador Dalí

O Enigma de Hitler - Salvador Dalí

Bacchanale - Salvador Dalí

A Fonte - Salvador Dalí

Três Esfinges de Biquíni - Salvador Dalí

Reminiscência Arqueológica do Ângelus de Millet - Salvador Dalí

Cisnes que se Refletem como Elefantes - Salvador Dalí

Girafa em Chamas - Salvador Dalí

O desmame de Móveis - Nutrição - Salvador Dalí

O Toureiro Alucinogênico - Salvador Dalí

Cabeça Rafaelesca Explodindo - Salvador Dalí

Galatea das Esferas - Salvador Dalí

A Madonna de Port Lligat 1949 - Salvador Dalí

A Madonna de Port Lligat 1950 - Salvador Dalí

Bailarina em uma Caveira - Salvador Dalí

Cristo de São João da Cruz - Salvador Dalí

A Ascensão de Cristo - Salvador Dalí

A Última Ceia - Salvador Dalí

Crucificação - Salvador Dalí

Santiago, o Grande - Salvador Dalí

A Persistência da Memória - Salvador Dalí

A Desintegração da Persistência da Memória - Salvador Dalí

Compartilhar:
Tags:

· arte
· artista
· cultura
· fantasia
· loucura
· pintura
· surrealismo

Bárbara Lima

Artista Plástica & Designer